28/04/16


 JECI- Jornada Esportiva Cultural Indígena na Aldeia Mata Verde Bonita em Maricá 

Hè ruraw weté


Uma história de amor
Hè akatuaw ne rehé


02/12/14

Sentido da vida

Todos os meus sentidos 
De alguma forma foram feridas brutalmente!
Sinto uma parte de mim suplicando vida
Pois em todos os seus aspectos morreram
Só não me morre, a vontade de querer ser eu
Quando já não me vejo ao me olhar no espelho.

Quanta alegria perdida, nesse vagão 
Entre o tempo do ponteiro para o outro de um relógio 
E o tempo sem pressa!
Mas esse é um tempo em que o homem vai ficando sem tempo
Que levam as pessoas a se submeter a elas
Assim vão sendo criadas novas formulas de viver, todos os dias num curto prazo.

E pensando nisso criou-se o carro e o asfalto
Para assim chegar mais rápido!
Criou-se o avião para chegar aiiiiinda mais rápido!
Achando o homem que tudo isso poderia diminuir
O tempo para se chegar até você ,que agora também pensa na dificuldade de ter que dar um passo de cada vez, podendo correr.

Porém agora, perceba que ao correr, não mais pisará em terra firma
Mas num asfalto que vai corroer seus pés tirando sangue até ficar pele e osso.



Quanto vale viver?